Manaus, 14 de abril de 2024

Serviço de Diagnóstico do Câncer de Mama agiliza início do tratamento em Manaus

Inaugurado pela Prefeitura de Manaus em fevereiro deste ano, o Serviço Municipal de Referência para o Diagnóstico de Câncer de Mama (SDM) vem mudando a realidade de mulheres que lutam contra o câncer de mama na cidade. O serviço, coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realiza a biópsia de lesões precursoras de câncer, identificadas por meio dos exames de mamografia ofertados na Atenção Primária.

A secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, informa que o SDM foi inaugurado na gestão do prefeito David Almeida com intuito de intensificar o diagnóstico precoce da doença, quando a lesão ainda é pequena e as chances de cura são muito maiores.

“A oferta de biópsia é de responsabilidade da Atenção Secundária, mas a gestão da Semsa viu a necessidade de ter um local que realize esse serviço justamente para fortalecer a atenção à saúde da mulher manauara. O que nós queremos é contribuir com a redução da incidência do câncer de mama, e encaminhar para o tratamento em tempo hábil as pacientes diagnosticadas com a doença”, disse a secretária.

A chefe da Divisão de Atenção à Saúde da Mulher, enfermeira Lúcia Freitas, explica que os SDMs funcionam na policlínica Djalma Batista, no bairro Compensa, zona Oeste, e na policlínica Castelo Branco, no bairro Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul.

De acordo com Lúcia, a estimativa da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Amazonas (FCecon) é que o início do tratamento, que demorava de oito a nove meses, agora é oportunizado em até dois meses, porque as pacientes já chegam à instituição com os exames de biópsia e imunohistoquímica realizados.

“Esse resultado que estamos observando é muito importante para promover a saúde e qualidade de vida das mulheres da nossa cidade. O nosso profissional de saúde também é estimulado com isso, pois ele tem a certeza de que o trabalho desenvolvido nas unidades está tendo efetividade”, pontua Lúcia.

Até agosto deste ano, o SDM identificou por meio da biópsia um total de 52 mulheres com lesões malignas, e 95 com lesões benignas. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) aponta que, em 2022, 66 mil novos casos de câncer de mama serão diagnosticados no país, sendo 380 no município de Manaus.

Fluxo

A enfermeira Lúcia Freitas explica que as mulheres devem buscar o atendimento inicial nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), para solicitar o exame clínico das mamas, disponibilizado na consulta médica ou de enfermagem, e solicitar o exame de mamografia.

“Quando o resultado da mamografia indica alterações, essa usuária é encaminhada ao SDM por meio do Sistema de Regulação (Sisreg), para investigação laboratorial com a realização da biópsia. Reforçamos o pedido que as mulheres, principalmente na faixa etária de rastreio, de 50 a 69 anos, procurem nossas unidades para realização dos exames, porque quanto antes a doença for identificada, maiores são as chances de cura”, afirma a enfermeira.

Neste mês, durante a campanha Outubro Rosa, a Semsa tem intensificado a oferta dos serviços de prevenção ao câncer de mama, com exames, consultas e ações educativas. Além das unidades básicas, a população pode buscar os serviços na UBS Móvel instalada na praça Dom Pedro II, no Centro, em frente ao Museu Cidade de Manaus (Muma), no Paço da Liberdade, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 16h.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!