Manaus, 29 de maio de 2024

‘Copa na Arena’: 88% dos vacinados contra Covid-19 na ação receberam doses de reforço

A maioria dos amantes do futebol canarinho que atualizaram o esquema vacinal contra a Covid-19, durante o “Copa na Arena”, receberam doses de reforço. Das doses aplicadas, 88% são de 1ª ou 2ª dose de reforço, também chamadas de 3ª e 4ª dose, respectivamente. A vacinação ocorre durante as transmissões dos jogos da Seleção Brasileira realizadas na Arena da Amazônia Vivaldo Lima, em Manaus.

O “Copa na Arena” é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – Drª Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), instituição vinculada à Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (SES-AM). A ação de vacinação é uma realização da FVS-RCP, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa/Manaus).

“O Governo do Amazonas tem essa visão de fazer sempre mais e melhor, e não é diferente em um evento cultural importante, como é a Copa do Mundo. Colocamos aqui a vacinação também, o governador Wilson Lima pediu para a gente colocasse junto com a FVS a vacinação, e isso tem funcionado, os shows vão até tarde e as equipes ficam aqui vacinando”, destaca Anoar Samad, secretário de Estado de Saúde.

Foram 1.036 doses nas três primeiras transmissões de jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Qatar, nos dias 24 e 28 de novembro, e na sexta-feira (02/12). Das 1.036 doses, foram 34 primeiras doses, 81 segundas doses, 383 1ª dose de reforço, 535 2ª dose de reforço, e 3 doses adicionais para pessoas com imunossupressão.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, explica a importância da atualização do esquema vacinal contra a Covid-19 com as doses de reforço. “À medida que a gente faz uma dose, em quatro meses, seis meses, já vai caindo a titulação de anticorpos. Então, precisa fazer uma nova dose para que o nosso corpo produza mais anticorpos”, afirmou.

A ação “Copa na Arena” segue disponível para a população de 5 anos ou mais, idade mínima com entrada permitida na Arena da Amazônia durante as transmissões dos jogos da Seleção Brasileira no mundial de futebol. Estão sendo ofertados todos os imunizantes disponíveis: Pfizer (adulto e pediátrica), Janssen, CoronaVac e AstraZeneca.

*Futebol e prevenção*
Uma das torcedoras que aproveitaram a vacinação, durante a transmissão do jogo do Brasil desta segunda-feira (05/12), foi a agente de serviços gerais, Aline Lima da Silva, de 34 anos. “Tomei a quarta dose e vim também trazer a minha filha para tomar a terceira dose. Tem que atualizar (o esquema vacinal). A doença está aí. A vacina é de graça, vem tomar (a vacina). A saúde sempre em primeiro lugar”, disse.

A filha de Aline, a estudante Adrielly Lima, de 16 anos, tomou a 1ª dose de reforço. “A gente não pode facilitar para a Covid-19. Tem que se imunizar sim. Só duas doses não bastam, tem que tomar a terceira e outras também que virão”, acrescentou a estudante.

Até o fim da partida entre Brasil e Coreia do Sul, nesta segunda-feira, 144 torcedores tinham atualizado o esquema vacinal contra a Covid-19 durante o “Copa na Arena”, na Arena da Amazônia.

A SES-AM montou uma estrutura de ambulatório preparada para atender casos clínicos e traumáticos durante a “Copa na Arena”, como primeiro atendimento, caso o torcedor precise.

*Torcida na Arena*
O projeto “Copa na Arena” abre os portões da Arena da Amazônia para os apaixonados pelo esporte que poderão acompanhar todos os jogos da Seleção Brasileira na Copa do Mundo do Qatar. A entrada ocorre mediante a doação de um quilo de alimento ou um brinquedo, que será entregue para crianças em situação de vulnerabilidade social.

*FOTOS:* Maurício Neto/FVS-RCP e Edu Prado/FVS-RCP

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!