Manaus, 29 de maio de 2024

Amazonas ganhou 631 novos leitos entre 2019 e 2022, apontam dados do Cnes

*Da Redação

Apesar de não ter construído hospitais, o Governo do Amazonas, sob a gestão de Wilson Lima (União Brasil), registrou a ampliação de 631 o número de leitos na rede de saúde, entre janeiro e agosto deste ano, passando de 6700 para 7331. O número inclui leitos existentes e complementares. Os dados são do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (Cnes), vinculado ao DataSus, e são abertos para pesquisa. Foram, em média, 157 novos leitos ao ano.

Além de leitos clínicos e cirúrgicos, estão inclusos leitos pediátricos e adultos, entre outros.

A mesma plataforma mostra que, entre outubro de 2017 e dezembro de 2018, período em que o ex-governador e candidato ao Governo do Estado, Amazonino Mendes (Cidadania), esteve no poder, foram abertos 96 leitos, passando de 6.604 para 6.700. Foram 96 leitos a mais.

Outro dado disponível no Cnes aponta que o número de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) foi ampliado de 559, em dezembro de 2018, para 814, em agosto deste ano, cerca de 203,5 novos leitos dessa modalidade ao ano. Dez deles foram instalados em Parintins (a 359 quilômetros de Manaus), primeira cidade do interior a dispor de uma UTI.

Entre outubro de 2017 e dezembro de 2018, os novos leitos de UTI somaram 20, passando de 539 para 559. Não houve, neste período, abertura de leitos no interior do Estado. O Cnes não dispõe de dados de anos anteriores a 2012.

A abertura de leitos, especialmente em Manaus, foi essencial para o atendimento às vítimas da Covid-19, que passaram a contar, no segundo pico da pandemia, com um hospital de referência para pessoas acometidas pelo coronavírus, com sua capacidade máxima em operação: O Hospital e Pronto Socorro Delphina Aziz, na zona Norte da capital.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!