Manaus, 28 de fevereiro de 2024

Presidente Figueiredo adota ferramenta da WWF Brasil de monitoramento ambiental

Município é o primeiro do Amazonas a implantar oficialmente a Smart, ferramenta que possibilita a melhoria dos processos de coleta, armazenagem, comunicação e avaliação de dados

O município de Presidente Figueiredo, na região metropolitana de Manaus, distante 107 quilômetros de Manaus, é o primeiro do estado do Amazonas a oficializar o uso da ferramenta Smart, um software de código aberto, trazido para o Brasil pelo Fundo Mundial para Natureza (World Wide Fund for Nature Inc – WWF), que otimiza a coleta e o uso de dados sobre as áreas protegidas.
A portaria, institucionalizando o uso da plataforma tecnológica de monitoramento e analise espacial como apoio as ações de avaliação, gerenciamento de atividades de campo, foi assinada no último dia 1º dezembro pelo secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Luiz Augusto Schwade.
De acordo com o secretário, inicialmente os servidores da Semmas, que vão operar a Smart, passaram por treinamento promovido pela equipe da WWF Brasil e secretaria de estado do Meio Ambiente (Sema), e, agora, a ferramenta para monitoramento ambiental, foi implantada oficialmente no município.
“É um passo importante para validação dos nossos dados e vai permitir que o município possa conhecer tanto o tamanho real da sua riqueza ambiental, quanto as ameaças que esse patrimônio sofre. Ter esse conhecimento é primordial para que a prefeitura do nosso município possa pleitear recursos para desenvolver seus projetos e ações de conservação e proteção ambiental”, destaca o secretário.
Luiz Schwade explica que por meio desta ferramenta, é possível que diversas atividades de campo sejam catalogadas, possibilitando alertas em tempo real, o registro de vários tipos de informação em uma mesma base de dados e um olhar mais apurado para os problemas e ocorrências de determinada área.
A ferramenta vem modificando muito o trabalho em parques da África, Filipinas, Vietnã, Camboja, Índia, Mongólia, Canadá, países andinos, em algumas cidades brasileiras e agora, em Presidente Figueiredo, no Amazonas.
A SMART (da sigla em inglês Spatial Monitoring and Report Tool – “Ferramenta de Monitoramento Espacial e Criação de Relatórios”, em português) é um software de código aberto desenvolvido por agências e organizações de conservação ao redor globo preocupadas em melhorar a eficácia da gestão e proteção de áreas protegidas.

Fotos: Divulgação/Semmas-PF

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!