Manaus, 1 de março de 2024

PF e Ibama destroem balsas usadas no garimpo ilegal na Amazônia

Vinte e três balsas e dragas utilizadas na extração ilegal de ouro em Autazes, a 100 quilômetros de Manaus (AM), foram destruídas durante operação realizada esta semana pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis) e a Polícia Federal (PF).

A operação se concentrou no rio Madeira. As balsas e dragas foram queimadas e , segundo informações da PF, uma investigação focará na identificação dos responsáveis pelo garimpo ilegal na região.

No ano passado, cerca de 300 balsas e dragas foram destruídas na região amazônica, durante uma operação envolvendo PF e órgãos ambientais, voltada ao combate ao garimpo na região, que tem provocado prejuízos ambientais e incomodado moradores, especialmente a população ribeirinha.

Mas, há alguns meses, parte do garimpo voltou a atuar na região. “A Polícia Federal do Amazonas está realizado um mapeamento da região, para identificar os pontos de atividade ilegal”, disse o superintendente da PF no Amazonas, Eduardo Fontes. De acordo com ele, novas operações devem ocorrer em 2022 para coibir a ação dos criminosos.

IMAGEM: REPRODUÇÃO POLÍCIA FEDERAL

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!