Manaus, 28 de maio de 2024

Paraná Pesquisas coloca Wilson Lima 17,4 pontos à frente de Eduardo Braga na disputa pelo Governo do Amazonas

Pesquisa de Opinião Pública no Estado do Amazonas, da Paraná Pesquisas, divulgada nesta quarta-feira, 26, aponta larga vantagem do governador e candidato à reeleição Wilson Lima (União Brasil), sobre o concorrente, Eduardo Braga (MDB), na corrida pelo cargo de chefe do Executivo. Enquanto Lima registrou 58,7% dos votos válidos, o segundo colocado ficou com 41,3%. Os números não consideram brancos, nulos e indecisos. A margem estimada de erro é de 2,5 pontos percentuais para os resultados gerais e o nível de confiança é de 95%.

A pesquisa, que aponta a situação eleitoral para o Executivo estadual, ouviu 1540 eleitores, estratificada segundo gênero, faixa etária, grau de escolaridade e renda domiciliar mensal. O trabalho de levantamento de dados foi feito através de entrevistas pessoais com eleitores com 16 anos ou mais em 32 municípios entre os dias 21 e 25 de outubro de 2022, sendo auditadas simultaneamente à sua realização, 20,0% das entrevistas.

Para a seleção da amostra utilizou-se o método de amostragem estratificada proporcional. Conforme o mapeamento do Estado em 4 mesorregiões homogêneas segundo o IBGE, considerou-se esta divisão geográfica como primeira estratificação. Dentro de cada mesorregião, agruparam-se os municípios em grupos homogêneos, procedendo-se à estratificação proporcional final da amostra. A Paraná Pesquisas encontra-se registrada no Conselho Regional de Estatística da 1ª, 2ª, 3ª, 4ª, 5ª, 6ª e 7ª Região sob o nº 3122/22.

De acordo com a Resolução-TSE n.º 23.600/2019, a pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o n.º AM-01555/2022.

A amostra é representativa do eleitorado da área pesquisada e foi selecionada em três etapas. Na primeira etapa, realizou-se um sorteio probabilístico dos municípios onde as entrevistas foram realizadas através do método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), considerando a população eleitora residente nos municípios como base para essa seleção.

Na segunda etapa, foi realizado um sorteio probabilístico das localidades, onde as entrevistas foram feitas através do método PPT (Probabilidade Proporcional ao Tamanho), tomando a população eleitora residente nas localidades como base para essa seleção. Na terceira etapa, a seleção dos entrevistados dentro da localidade, foi feita utilizando-se quotas amostrais proporcionais, em função das seguintes variáveis: gênero, faixa etária, grau de escolaridade e renda domiciliar mensal.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!