Manaus, 12 de junho de 2024

ONS confirma apagão nacional em vários estados nesta terça

Em nota divulgada na manhã desta terça-feira (15), o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) informou que a interrupção de energia que atingiu diversos estados, por volta das 8h30, ocorreu por causa da abertura de interligação da rede de operação do sistema nacional, entre as regiões Norte e Sudeste. Todas as regiões foram afetadas.

No Amazonas, o fornecimento foi interrompido antes das 8h e só retornou após às 10h. Ao todo, 24 estados foram afetados. A concessionária Amazonas Energia informou em nota que “às 07h32, ocorreu um desligamento intempestivo do Linhão de Tucurui, ocasionando blecaute no sistema de Manaus e Interligados, afetando também as cidades de , Manacapuru, Iranduba, Presidente Figueiredo, Parintins e Itacoatiara. No momento, a Amazonas Energia aguarda orientações de restabelecimento pelo Operador Nacional do Sistema – ONS”.

Segundo a nota do ONS, foram interrompidos 16 mil megawatts (MW) de carga, nos estados do Norte e Nordeste. A interrupção também afetou estados do Sudeste e Centro-Oeste.

De acordo com a ONS, 6 mil MW já foram recompostos desde que o serviço foi iniciado, às 9h16, e as causas da interrupção continuam sendo apuradas.

O ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, determinou a criação de uma sala de situação para acompanhar o processo de recomposição do sistema e para apurar a ocorrência.

Em nota, o Ministério de Minas e Energia informou o seguinte:

“Ministério de Minas e Energia (MME), em atualização à situação de atendimento elétrico brasileiro, informa que já houve retomada das cargas afetadas nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. No momento, as equipes atuam para restabelecer as cargas ainda afetadas nas regiões Norte e Nordeste. Até às 10h22, estão recompostos 27% da carga da região Norte e 68% da região Nordeste. O Ministro Alexandre Silveira já determinou a criação de uma sala de situação e lidera todo processo de retomada, bem como determinou a rigorosa apuração das causas do incidente”.

 Por Fabíola Sinimbú – Repórter da Agência Brasil- Brasília e do Ministério de Minas e Energia.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!