Manaus, 14 de abril de 2024

No Amazonas, homem é condenado a 22 anos de prisão por estupro de enteado

O Ministério Público do Amazonas (MPAM), por meio da Promotoria de Justiça de Itamarati (985 quilômetros de Manaus), obteve a condenação de um homem pelo crime de estupro de vulnerável cometido contra seu enteado. O homem foi condenado a 22 anos e 6 meses, em regime fechado, com sentença proferida no dia 03/09, pelo Juiz Yuri Caminha Jorge.

Os crimes foram cometidos no período de 2019 a 2020, quando o réu convivia com a vítima, o enteado de 6 anos de idade. O caso começou a ser investigado em 2020, quando a mãe da vítima denunciou o crime ao Ministério Público de Itamarati.

“A maioria dos crimes de violência sexual contra crianças e adolescentes acontece no ambiente doméstico e, na grande maioria das vezes, é cometido por familiares. É importante que o julgamento desse tipo de crime, como foi nesse caso em que o réu recebeu uma condenação elevada, sirva para mostrar à sociedade que não é porque as coisas acontecem no ambiente de casa que vão ficar sem punição. Crianças e adolescentes devem se sentir encorajados a denunciar, para que a Justiça sempre seja feita e tudo seja apurado devidamente”, explicou o Promotor de Justiça Caio Lúcio Fenelon Assis Barros, titular da PJ de Itamarati.

Em caso de suspeita do crime, Disque 100 (Disque Direitos Humanos).

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!