Manaus, 26 de fevereiro de 2024

Quase 80 candidatos ligados ao garimpo concorrem a cargos nas eleições de 2022

Levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo mostra que 79 candidatos ligados a atividades de garimpo, concorrem a algum cargo eletivo nas eleições gerais deste ano. O dado reflete o discurso do governo de Jair Bolsonaro, favorável à prática garimpeira, uma vez que a maioria dos candidatos é filiada à legenda do presidente e candidato à reeleição, o PL.

O levantamento é fruto do cruzamento de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da Agência Nacuional de Mineração. Grande parte dos candidatos concorre por estados como o Pará e Roraima, onde a atividade ilegal de garimpo, inclusive em terras indígenas, com fortes impactos ambientais, é mais latente.

Em Roraima, um dos exemplos é Rodrigo Cataratas (PL), que concorre ao cargo de deputado federal e teve o registro de candidatura liberado pela Justiça Eleitoral. O empresário é ligado ao garimpo ilegal na terra indígena Yanomami e presidente do movimento “Garimpo é legal”.

Por ter confirmado que participava da atividade garimpeira na década de 1980, Jair Bolsonaro foi incluído no levantamento. Enquanto presidente, ele, apresentou projeto de lei para liberar a mineração em terras indígenas, além de não demarcar novas terras indígenas e estimular o que ele chama de “mineração artesanal”.

*Com informações da Folha

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!