Manaus, 15 de junho de 2024

Justiça decreta prisão preventiva de quarteto suspeito de torturar e matar uma jovem de 21 anos em Itacoatiara

O juiz de direito Fábio Lopes Alfaia, respondendo pela 1.ª Vara da Comarca de Itacoatiara (município distante 274 quilômetros de Manaus), decretou a prisão preventiva dos investigados Nalber dos Anjos Guimarães, Marcos Vinícius dos Santos Vieira, David Lucas Medeiros Brito e Ícaro Nogueira da Silva, após pedido do delegado da Polícia Civil de Itacoatiara. Eles são suspeitos de envolvimento no caso de tortura e morte de Shaayanne Batista dos Santos, crime ocorrido no mês passado naquele município.

A decisão judicial foi proferida no dia 31 do último mês de maio. Na quarta-feira (05/06), em cumprimento à decisão, a PC prendeu Nalber e Ícaro, na Comunidade Boa Esperança, zona rural de Itacoatiara. Na manhã desta quinta-feira (06), Marcos Vinicius também foi preso no momento em que se apresentou à Delegacia da cidade. David Lucas Medeiros Brito, o quarto suspeito, ainda não foi localizado.

Na petição enviada à Justiça, a Polícia Civil argumentou que Nalber, Marcos Vinícius, David Lucas e Ícaro Nogueira, além de um adolescente, se organizaram na forma de um “Tribunal do Crime” para matar Shaayanne Batista dos Santos (21), cujo corpo foi encontrado no dia 19 de maio deste ano às margens da Estrada da Poranga, na rodovia AM-010, em Itacoatiara. Os investigados foram indiciados pelos crimes de homicídio qualificado, tortura, associação criminosa e sequestro.

Segundo o inquérito policial, a jovem foi morta por, supostamente, ter furtado uma motocicleta de um dos investigados. O processo n.º 0603918-03.2024.8.04.4700 vai tramitar em segredo de justiça na 1.ª Vara da Comarca de Itacoatiara.

Foto: Canva

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!