Manaus, 29 de maio de 2024

Focos de queimadas na Amazônia aumentaram 91,4% em novembro de 2022

*Ana Carolina Barbosa – Da Redação

Os focos de queimadas no bioma Amazônia apresentaram aumento de 91,4% em novembro de 2022, no comparativo com o mesmo mês de 2021. Foram 11.062 focos neste ano contra 5.779 no ano passado, apontam dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Uma análise do acumulado deste ano mostra que o volume de queimadas já é o maior dos últimos 12 anos na região.

No acumulado do ano, os focos de queimada na Amazônia já somam 112.397 (considerando dados até o dia 3/12), e representam quase 50% a maisdo que as ocorrências do mesmo período de 2021.

Os dados foram captados por satélite de referência do órgão. Novembro foi o quarto mês, considerando o ano de 2022, com o maior número de focos de queimada no bioma.

No Brasil, de 1 de janeiro a 3 de dezembro deste ano, foram detectados 194.194 focos de queimadas, um aumento de 7% no comparativo com o ano passado. Desses, 57,8% estão concentrados na Amazônia, bioma com o maior número entre os seis monitorados.

O restante está dividido da seguinte forma: 55.667 no Cerrado, 13.362 na Caatinga, 10.645 na Mata Atlântica, 1.444 no Pantanal e 679 no Pampa.

Um levantamento feito pelo MapBiomas, com base em análise de imagens de satélites entre 1985 e 2020, mostrou que, a cada ano o Brasil queimou uma área maior que a da Inglaterra: foram 150.957 km² por ano, ou 1,8% do país. O acumulado do período chega a praticamente um quinto do território nacional: 1.672.142 km², ou 19,6% do Brasil, sendo que 65% do total da área queimada foi de vegetação nativa. O estado de Mato Grosso apresentou maior ocorrência de fogo, seguido pelo Pará e Tocantins. 

Em 2022, até agora, os estados campeões em focos de queimadas são Pará (39.979), Mato Grosso (28.658) e Amazonas (21.044).

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!