Manaus, 20 de abril de 2024

Comunidade remota do Amazonas recebe núcleo de educação beneficiando crianças e adultos 

A comunidade Paraíso, localizada na margem direita do rio Jutaí, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Cujubim, distante a aproximadamente 15h de voadeira da sede do município de Jutaí, a 750km de Manaus, inaugurou o Núcleo de Inovação e Educação para Desenvolvimento Sustentável (Nieds) João Batista Ferreira, iniciativa da Fundação Amazônia Sustentável (FAS) para implementação de projetos de educação no interior da Amazônia. 

A inauguração do núcleo foi realizada em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas (Sema/AM). O espaço atenderá 50 estudantes, incluindo crianças e adolescentes, e promoverá a alfabetização de adultos em aulas conduzidas pela Secretaria de Educação do Município de Jutaí. 

Aproximadamente 60 pessoas, incluindo comunitários, lideranças e representantes de instituições públicas, participaram do evento de inauguração. 

A comunidade tem mais de 10 anos e é formada por 13 famílias que não tinham acesso à educação. Por meio da participação ativa, os moradores se alinharam com a FAS e a Sema para construir um plano estratégico sólido.  

Antes disso, a RDS possuía uma outra escola alocada na Vila Cujubim, uma localidade próxima da comunidade Paraíso. Mas, com a saída dos moradores e a falta de operação do Poder Público, o espaço foi abandonado. A nova instalação é resultado dessa transferência do núcleo de uma comunidade para a outra, trabalho que demorou aproximadamente 80 dias.       

Além da escola, a comunidade também inaugurou a Casa do Professor, um espaço para receber os docentes e parceiros que chegam para atuar na região. 

  “A Fundação Amazônia Sustentável compreende que a educação é muito importante para os moradores, porque mantém a comunidade ativa e, assim, não há espaço para atividades de depredação e vandalismo. Além disso, a região é muito ameaçada pelo garimpo e pesca predatória, então os habitantes possuem um papel muito importante, o de não permitir a fragilização da RDS”, afirma Ademar Cruz, coordenador de articulações institucionais da FAS.  

O processo de construção do núcleo aconteceu em mais de dois meses e recebeu apoio de dois carpinteiros, um representante da Sema, além da participação ativa dos moradores. 

Para Rafael Sales, coordenador de núcleos da FAS, é um desafio levar políticas públicas para a região. “Tem logísticas de quase 40 horas para chegar na comunidade Paraíso”, comenta. 

O profissional ressalta, neste contexto, a importância do novo núcleo. “Teremos espaços ocupados pelas comunidades da região, com acesso a oportunidades, educação, saúde, conectividade e outros benefícios”, diz. 

A escola funcionará nos turnos da manhã, tarde e noite. Como parte da parceria estabelecida, a Secretaria de Educação do município deve elaborar o plano pedagógico e providenciar os equipamentos necessários para a escola e a Casa do Professor iniciarem as atividades. 

Sobre a FAS 

Fundada em 2008 e com sede em Manaus/AM, a Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil e sem fins lucrativos que dissemina e implementa conhecimentos sobre desenvolvimento sustentável, contribuindo para a conservação da Amazônia. A instituição atua com projetos voltados para educação, empreendedorismo, turismo sustentável, inovação, saúde e outras áreas prioritárias. Por meio da valorização da floresta em pé e de sua sociobiodiversidade, a FAS desenvolve trabalhos que promovem a melhoria da qualidade de vida de comunidades ribeirinhas, indígenas e periféricas da Amazônia. 

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!