Manaus, 1 de março de 2024

Avenida danificada pela chuva passa por obra emergencial nesta quinta-feira

A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) iniciou, nesta quinta-feira, 1º/12, as obras emergenciais de recuperação em uma tubulação de drenagem profunda antiga, que cedeu no trecho da avenida Atlântica, divisa com a  avenida Costa e Silva, no bairro Raiz, na zona Sul.

O problema foi ocasionado pelas fortes chuvas da madrugada desta quinta-feira, quando a tubulação com tubo armco, instalado ainda na década de 80, não suportou o volume das águas sob sua estrutura, ocasionando o afundamento de dois grandes trechos da via, deixando a área intrafegável.

O secretário de Obras, Renato Júnior, esteve no local para acompanhar de perto os trabalhos, e ressaltou que a tubulação não recebia reparos há pelo menos 30 anos, e citou que a área tem construções irregulares na beira no igarapé, e as fortes chuvas não tiveram a vazão correta e ocasionaram o sinistro.

“As equipes técnicas da Seminf trabalham desde ocorrido e identificaram a extensão do problema, que foi ocasionado por construções irregulares em cima de um igarapé, inclusive um prédio de três andares, desviando o curso da água para cima da tubulação da prefeitura, fragilizando o solo, provocando a erosão e o afundamento da via. Por se tratar de uma tubulação de ferro muito antiga, sem manutenção há mais de 40 anos, agora vamos precisar implantar uma nova rede de drenagem bem mais amplas com aduelas em concreto, uma tecnologia mais moderna e ampla, para dar mais vazão ao fluxo de águas pluviais, como determina o prefeito David Almeida. Aqui se trata de uma obra emergencial complexa, mas vamos trabalhar com um grande efetivo, imprimindo a responsabilidade de realizar mais esse grande desafio”, explicou o secretário.

Rede de drenagem

Uma nova travessia com aduelas em concreto armado e pré-moldado será implantada em toda a extensão do trecho que afundou. As equipes da Seminf já estão retirando a antiga rede, e, em até 10 dias, o problema será solucionado. Mais de 15 servidores e todos os equipamentos necessários já estão na área trabalhando para que o problema seja solucionado o mais rápido possível e a via possa ser liberada com segurança.

Durante todo o trabalho de infraestrutura, os agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU) estarão presentes para monitorar e orientar os condutores no trânsito.

Fotos – Divulgação / Seminf

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!