Manaus, 20 de abril de 2024

A poucos dias do fim do mandato, governo Bolsonaro autoriza exploração de madeira em terras indígenas

O governo de Jair Bolsonaro publicou, nesta sexta-feira, 16, uma instrução normativa, autorizando a exploração de madeira em terras indígenas, inclusive por não-indígenas. O documento foi assinado pelo presidente do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), Eduardo Bim, e pelo presidente da Funai (Fundação Nacional do Índio), Marcelo Augusto Xavier, liberando o manejo florestal em áreas indígenas.

Assinada a duas semanas do fim do mandato de Bolsonaro, a medida entra em vigor em 30 dias, e poderá ser revista no próximo governo, do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo informações do portal G1, a Funai justificou que a medida atende a uma reivindicação antiga de diversas etnias, e que dará maior autonomia para os indígenas, além de ajudar a combater o desmatamento ilegal.

Entidades ligadas às causas ambientais acreditam que a autorização terá efeito inverso. O governo Bolsonaro tem sido tratado como inimigo do meio ambiente na Europa e Estados Unidos, por conta do desmonte de instituições como o Ibama, um dos fatores que, segundo ambientalistas, tem contribuído para os recordes de desmatamento registrados, especialmente, na Amazônia, nos últimos quatro anos.

Segundo o Imazon, só de janeiro a outubro, mais de 10 mil quilômetros quadrados de desmatamento foram registrados no bioma, invadindo o maior bloco de áreas protegidas do mundo. O volume equivale a seis vezes a cidade de são Paulo.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!