Manaus, 29 de maio de 2024

Colômbia vai enviar 400 soldados para combater o narcotráfico nas áreas de fronteira com o Peru e Brasil

Cerca de 400 soldados serão enviados pela Colômbia, às áreas de fronteira com o Brasil, Peru e Equador para o combate ao narcotráfico. O Tabatinga, no Amazonas, é um dos municípios localizados na tríplice fronteira (Brasil/Peru/ Colômbia) e que pode ser afetada com a ação. Segundo informações reproduzidas pela Agência Brasil, através da RTP (Rádio e Televisão de Portugal), a medida foi adotada após o aumento do número de homicídios e deslocamento da população nos últimos meses.

A ideia é bloquear, com os soldados, os corredores de tráfico de drogas no País, conhecido internacionalmente, pelas guerras internas do narcotráfico e por ser um dos principais fornecedores de drogas ao Brasil e a vários outros países.

Após a morte de 18 pessoas, durante recentes combates com membros de grupos rivais do narcotráfico, Gustavo Petro, presidente da Colômbia, convocou reunião com representantes das Forças Armadas daquele País. De acordo com a RTP, os conflitos ocorreram entre a frente Carolina Ramirez, ligada ao antigo grupo conhecido como ‘Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia’, e o Comando de Las Fronteiras.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!