Manaus, 28 de maio de 2024

Quase 50 ocorrências são registradas no Amazonas durante a operação ‘Eleições 2022’

A Operação Eleições 2022, realizada pelos órgãos do sistema de Segurança Pública do Amazonas, registrou neste domingo (02/10), primeiro turno do pleito, 49 crimes eleitorais, totalizando 52 prisões, sendo 12 em flagrante e 40 de eleitores.

Dos crimes registrados, os principais foram por suspeita de compra de votos, totalizando 12 registros; seguido de boca de urna, com 11 delitos; e seis casos de falsidade ideológica na esfera eleitoral.

Registros mostram, ainda, a apreensão de mais R$ 16,4 mil em espécie e de 2,6 mil materiais de campanha. Também foram retidos nove veículos e duas armas de fogo.

Ao todo, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) registrou crimes eleitorais em Manaus e em outras 14 cidades do interior.

Em Manaus, na avenida Beira-Mar, no bairro Coroado, zona leste, um eleitor foi detido distribuindo santinhos, praticando crime de boca de urna. De acordo com relatório da SSP, o homem foi encaminhado para uma central de flagrante e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

No município de Rio Preto da Eva (a 57 km de Manaus), um eleitor foi preso por porte ilegal de arma e crime eleitoral. Com ele, os agentes de segurança apreenderam duas espingardas, uma quantia de R$ 7, mil, além de material de campanha.

A operação contou com o efetivo de mais de 6,5 mil agentes de segurança e 24 órgãos das esferas municipal, estadual e federal.

No Amazonas, a eleição 2022 teve início às 07h e seguiu até às 16h, com exceção das cidades de Amaturá, Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Tabatinga, São Paulo de Olivença e Jutaí, onde a votação foi das 06h às 15h.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!