Manaus, 11 de dezembro de 2023

Amazonas se prepara para mais uma onda da Covid-19 e atualiza plano de contingência

O Amazonas se prepara para mais uma onda da Covid-19,  com o aumento de casos e internações nos próximos 80 dias. A informação foi divulgada pelo secretário de Estado da Saúde (SES), Anoar Samad, nas redes sociais. Após 13 dias sem mortes pela doença, o estado voltou a registrar óbitos, na última quarta-feira, com duas vítimas fatais registradas em 24 horas.

Além disso, o número de testes realizados nas farmácias privadas aumentou em 41%, entre o final de setembro e o final de outubro deste ano, segundo a Abrafarm. Mais que o dobro da média brasileira de aumento, que foi de 20%.

“Estamos, mais uma vez, preparando as condições para resistir a mais uma onda da Covid-19 no Amazonas. Estimo que devemos ter aumento de casos e internações  nos próximos 60- 80 dias, principalmente porque, ao que parece, está se repetindo o que ocorreu ano passado de termos gripe e Covid rodando junto no final do ano”.

O Amazonas se prepara para o início das chuvas, o chamado período sazonal, época em que as síndromes respiratórias agudas tendem a ser mais frequentes , acometendo grande parte da população. Os últimos picos da Covid-19 no Amazonas ocorreram nesse período, sendo mais fortes em 2020 – primeiro ano de pandemia no Estado- e 2021 – quando houve grande pressão no sistema de saúde, com escassez de leitos e insumos, como oxigênio medicinal.

“Já atualizamos nosso plano de contingência, com a certeza de que a necessidade de leitos de isolamento e cortes específicos para as duas condições, irão aumentar e exigir novamente uma reorganização das unidades de todo nosso Sistema de Saúde. Será a terceira onda somente este ano”, frisou o secretário.

Samad pediu o apoio da população para evitar a disseminação dos vírus respiratórios. “Entendam, o melhor momento para se vacinar contra uma doença é justamente quando a doença não está circulando com intensidade. Por isso, faço um novo apelo a toda a população: atualize seu esquema vacinal”, pediu.

Atualmente,  o Amazonas tem mais de um milhão de pessoas com o esquema vacinal desatualizado e que não contam nem com duas doses do imunizante contra a Covid-19.

“Não esperem as coisas piorarem para correrem todos ao mesmo tempo aos postos de vacinação, como aconteceu ano passado. Essa luta é de todos nós. Vamos juntos  vencer mais esse desafio”, concluiu.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais lidos

Assine nossa Newsletter

Receba as últimas notícias diretamente no seu e-mail. Não fazemos Spam
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
error: Conteúdo Protegido !!